Obra São Miguel completa 19 anos de trabalho social

29 de setembro de 2015

A Obra São Miguel, localizada no bairro Jardim Vitória, em Cuiabá, completa 19 anos neste dia 29 de setembro de 2015 sob a proteção de São Miguel Arcanjo e Santa Emilie de Villeneuve, que dedicou sua vida ao próximo e imortalizou esta vocação na frase: “Tenham uma predileção pelos pobres e necessitados”.

A história da entidade começou em vinte de janeiro de 1995, quando chegaram ao bairro Jardim Vitória as Irmãs da Imaculada Conceição, Irmãs Azuis, abrindo ali a casa de formação Maria Umbelina. Andando pelo bairro para conhecer a realidade, encontraram algumas senhoras fazendo sopa para as crianças em um barraco que estava caindo. No local havia um fogão de lenha em péssimas condições, e faltava água para lavar os restos de verduras que eram trazidos dos mercados.

As crianças chegavam de todas as partes para pegar esta sopa e, muitas vezes, voltaram com suas latas vazias, pois não tinham o que colocar na panela. Estas mulheres corajosas iam longe à procura de lenha e as traziam na cabeça. Foi então que conversando com elas, ficamos sabendo que ali funcionava a Pastoral da Criança. As líderes, então, pediram ajuda às irmãs que entraram na luta para apoiar e buscar melhorias. O barraco tinha o nome de “Casa Vermelha” por ter sido uma casa de prostituição.

Irmã Ada Gambaroto (salesiana), coordenadora da Pastoral da Criança, comprou o imóvel para eliminar o foco de prostituição, colocando – a sobre a proteção de São Miguel Arcanjo. Irmã Madalena Fazolo e irmã Consuelo Aparecida da Silva foram à procura da Ir Ada e marcaram uma reunião, juntamente, com as líderes para busca de melhorias do espaço e do atendimento. Depois de muita conversa, ela disse: “Façam o que quiserem, está em suas mãos”.

Com esta frase, com ajuda de Deus e a colaboração de muitas pessoas, deu-se início ao sonho de ter um local mais digno para as crianças tomarem sua sopa. De princípio o sonho era de uma cozinha o preparo da sopa e um refeitório para as crianças se alimentarem. Enquanto esperavam recursos, as irmãs arrumaram o fogão que estava caindo. Compraram uma chapa, uma caixa d’água e improvisaram algumas mesas debaixo da mangueira. Pedaços de tijolos e troncos serviam de bancos.

As irmãs bateram as portas da prefeitura e muitas viagens foram feitas sem sucesso. Estavam desanimando, quando surgiu uma luz trazida pela Campanha da Fraternidade de 1995, cujo lema era “Eras tu senhor? Envia-nos a amar os excluídos, os mais pobres dentre os pobres”. O clamor foi atendido e foram chegando ajuda de religiosos, pessoas físicas e empresas.

À parte da frente foi inaugurada no dia 29 de setembro de 1996, dia de São Miguel Arcanjo com uma celebração ecumênica presidida pelo Pastor Teobaldo da Igreja Luterana e Padre Urbano. Um grande número de pessoas e, sobretudo crianças, estavam presentes neste dia. O senhor Saldanha, o benfeitor dos pré-moldados, vendo o número de crianças, compra e doa o outro lote, onde estão construídos os banheiros e as três salas de aula.

A obra foi inaugurada em vinte de maio de 1999 e contou com a colaboração de dezenas de pessoas e empresa. A instituição era conhecida no bairro como Casa Pastoral ou Casa São Miguel. A partir de 2001, a pedido dos pais, a instituição passou a funcionar como creche em período integral, atendendo crianças de dois a seis anos. E com isso cada vez mais foi aumentando a demanda por vagas. No entanto foi preciso construir o segundo bloco, e assim passando a atender duzentos e vinte crianças.

Mas em 2004, devido às dificuldades financeiras, as irmãs tiveram que reduzir para cento e vinte crianças.E neste ano tiveram uma proposta do Colégio Notre Dame de Lourdes de assumir, como extensão do Colégio, a educação do pré à segunda série. A proposta foi muito bem recebida devido à grande quantidade de crianças que se encontrava fora da sala de aula.

E, assim, o Notre Dame proporcionou uma ajuda financeira também para a creche, que alugou três salas para o funcionamento desta extensão. Com isso as irmãs perceberam a s melhoria na educação e formação das crianças. Ao completar 10 anos de existência – 2006, a entidade já atendia cento e vinte crianças na educação infantil – creche e cento e uma no ensino fundamental.

No decorrer desses anos foi sendo realizada mensalmente a pesagem, o controle das vacinas, a distribuição de Multe mistura bazar beneficente e visitas as famílias pelas líderes da Pastoral da Criança, que orientavam as mães com objetivo de ensinar a fazer remédios caseiros, melhorar a nutrição pela alimentação enriquecida.

E a Amapac – Associação dos Amigos da Pastoral da Criança era a mantenedora dessa obra até então. A procura por vagas na creche era constante, que não dava conta de atender a todos. E por não ter mais condições financeiras de manter a creche, a Amapac passa para a Associação beneficente Providencia Azul – sendo administrada pelas Irmãs da Imaculada Conceição, conhecidas como irmãs azuis, a responsabilidade de manter a creche, dando suporte para uma educação de qualidade.

Então, a partir de 2008 a instituição deixa de atender o ensino fundamental para priorizar Educação Infantil em período integral. Completando quinze anos – 2011, atendem-se cento e oitenta e três crianças de dois a seis anos, oferecendo educação integral e promoção da vida. Em 2015, graças a destinação de parte dos fundos arrecadados na festa junina do Colégio Notre Dame de Lourdes, foi possível reformar o telhado da escola.

“Louvemos a Deus que, em sua infinita misericórdia, se faz presente todos os dias, e por todo o bem, que já foi realizado através de todas as pessoas que já se dedicaram e se dedicam a essa nobre causa”.

Notre Dame Av. Jorn. Alves de Oliveira, 463 - Cidade Alta, Cuiabá - MT
(65) 3637-4017
(65) 3637-3233
contato@portalcndl.com.br
Fique Ligado
Colégio Notre Dame de Lourdes © 2017. Todos os direitos reservados.