Projeto incentiva a doação de sangue

07 de agosto de 2017

PROJETO HEMOCENTRO

Componente Curricular: Biologia / História da Arte / Ensino Religioso

Conteúdo: Tipagem Sanguínea - Proposta Social: Estimular a Doação de Sangue

Parceria: Hemocentro- Cuiabá MT e Colégio Notre Dame de Lourdes.

Divulgação e propagação do gesto de doar sangue – Associação do ato de doar sangue ao renascimento de uma nova vida / contemplando a data Páscoa, a ressurreição de Cristo.

Um simples gesto pode salvar a vida de muita gente:
Tem sempre alguém esperando sua doação. Não cruze os braços para esse problema. Doar sangue não dói, é fácil, rápido, não afeta a sua saúde e você salva muitas vidas. O sangue é um composto de células que cumprem funções como levar oxigênio a cada parte do nosso corpo, para defender nosso organismo contra infecções e participar na coagulação. Não existe nada que substitua o sangue. Assim, ele é vital e quando uma pessoa precisa de uma transfusão de sangue, ela precisa de você! A quantidade de sangue retirada não afeta a sua saúde porque a recuperação é imediatamente após a doação. Em uma pessoa adulta tem em média cinco litros de sangue e em uma doação são coletados no máximo 450ml de sangue. É pouco para você e muito para quem precisa! Você passará por uma entrevista que tem o objetivo de dar maior segurança para você e aos pacientes que receberão o seu sangue. Seja sincero ao responder as perguntas! Neste momento você também receberá informações e poderá tirar todas as suas dúvidas.

Pesquisando sobre o assunto
Condições básicas para doar sangue:
Sentir-se bem, com saúde;
Apresentar documento com foto, válido em todo território nacional;
Ter entre 18 e 65 anos de idade;
Ter peso acima de 50kg.
Recomendações para o dia da doação:
Nunca vá doar sangue em jejum;
Faça um repouso mínimo de 6 horas na noite anterior a doação;
Não ingerir bebidas alcoólicas nas 12 horas anteriores;
Evitar fumar por pelo menos 2 horas antes da doação;
Evitar alimentos gordurosos nas 3 horas antecedentes a doação;
Interromper as atividades por 12 horas as pessoas que exercem profissões como: pilotar avião ou helicóptero, conduzir ônibus ou caminhões de grande porte, subir em andaimes e praticar paraquedismo ou mergulho.

Quem não pode doar?
Quem teve diagnóstico de hepatite após os 10 anos de idade;
Mulheres grávidas ou amamentando;
Pessoas que estão expostas a doenças transmissíveis pelo sangue como AIDS, hepatite, sífilis e doença de chagas;
Usuários de drogas;
Aqueles que tiveram relacionamento sexual com parceiro desconhecido ou eventual, sem uso de preservativos.

O que acontece depois da doação?
O doador recebe um lanche, instruções referentes ao seu bem estar e poderá posteriormente conhecer os resultados dos exames que serão feitos em seu sangue. Estes testes detectarão doenças como AIDS, Sífilis, Doença de Chagas, HTLV I/II, Hepatites B e C, além de outro exame para saber o tipo sanguíneo. Se for necessário confirmar algum destes testes, o doador será convocado para coletar uma nova amostra e se necessário, encaminhado a um serviço de saúde.

O que acontece com o sangue doado?
Todo sangue doado é separado em diferentes componentes (como hemácias, plaquetas e plasma) e assim poderá beneficiar mais de um paciente com apenas uma unidade coletada. Os componentes são distribuídos para os hospitais da cidade para atender aos casos de emergência e aos pacientes internados.
Resultado pós-visita dos alunos ao Hemocentro
• Os alunos sentiram-se motivados a estimular a divulgação da doação, assim como a promoção de espaços geradores para coleta de sangue;
• O aumento na doação de sangue em 30%, nos primeiros 10 dias após a visitação;
• O aumento na doação de sangue em 10%, nos primeiros 20 dias após a visitação;
• A socialização entre as turmas que apesar de não participarem do projeto Hemocentro, sentiram-se motivados a promover a campanha.
• O amadurecimento intelectual e cognitivo que efetivou a aprendizagem.


REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS

1- www.hemoline.com.br
2- www.sexualidades.com
3- www.google.com
4-PAULINO, Wilson Roberto, Biologia Atual Vol 3Ed: Ática
5-WENDEL, S. O Uso Racional de Sangue e Componentes Hemoterápicos: manual prático de utilização no final deste século.Acta oncol. Bras., 15 (5): 211-219, 1995
6-ADAMSOM, J.W.; ESCHBACH, J.W. Treatment of the anemia of chronic renal failure with recombinant human erythropoirtin. Annals of Review Medicine, v.41, p.349-60, 1990.

7-BEUTLER, E.; WOOD, L. The in vivo regeneration of red blood cell 2,3-Diphosphoglyceric acid (DPG) after transfusion of stored blood. Journal of Laboratorial Clinical Medicine, v.74, p.300-4, 1969.

8-Increased preoperative collection of autologous blood with recombinant human erythropoietin therapy. New England Journal of Medicine, v.321, p.1163-8, 1989.

9-Harmening,D. Técnicas Moderna em Banco de Sangue e Transfusão. Rio de Janeiro, Editora Revinter Ltda, 1992

10-Melo,L e col. Imunohematologia Eritrocitária - STD - Sociedade Brasileira de Hematologia e Hemoterapia, 1996

11-Novaretti,M.C.Z. Sistema de Grupo Sanguíneo ABO. Hematologia Hemoterapia. 1: 36-16, 1996

12-Novaretti,M.C.Z. Sistema de Grupo Sanguíneo Rh. Hematologia Hemoterapia. 1: 10-16, 1996

13-Oliveira,M.C. ; Góes,S.M, Imunologia Eritrocitária - Práticas, Rio de Janeiro, MEDSI, 1998

14-Ortho Diagnostics, Antígenos e anticorpos aplicados aos sistemas ABO e Rh, 3a edição, 1978

15-Verrastro,T. e col. Hematologia e Hemoterapia. Fundamentos de Morfologia, Fisiologia, Patologia e Clinica. Editora Atheneu, 1996

16-Walker, R.H. Technical manual. 12 ed. Arlington,VA: American Association of Blood Banks, 1997

Notre Dame Av. Jorn. Alves de Oliveira, 463 - Cidade Alta, Cuiabá - MT
(65) 3637-4017
(65) 3637-3233
contato@portalcndl.com.br
Fique Ligado
Colégio Notre Dame de Lourdes © 2017. Todos os direitos reservados.