Autor do livro Educação 4.0 faz palestra para professores e gestores do Notre Dame

25 de junho de 2018

Autor do livro Educação 4.0, Dr. Cassiano Zeferino proferiu palestra no último sábado (23.06) para professores e gestores do Colégio Notre Dame de Lourdes. A instituição está adotando este modelo teórico e tecnológico que oferece bases para que a escola possa realizar processos educacionais de ensino aprendizagem ainda mais qualificados.

Cassiano Zeferino de Carvalho Neto é presidente do Instituto Galileo Galilei para a Educação, pesquisador-convidado do Instituto Tecnológico de Aeronáutica (ITA), onde atua como gestor de projetos do Laboratório de Pesquisa em Educação Científica e Tecnológica e presidente do Conselho de Administração da ECOEducacional.

O especialista publicou sobre o modelo Educação 4.0 após 40 anos de pesquisa. “Os estudos demonstram que os modelos que temos até então, embora tenham servido muito bem, já não dão conta totalmente das necessidades que as escolas enfrentam, que os nossos professores e gestores enfrentam para oferecer possibilidades mais bem aceitas aos novos perfis dos nossos estudantes”, pontuou.

Ele lembrou que há algum tempo atrás as novas gerações ser formavam a cada 20 anos e agora se formam a cada 10 anos. “Já temos, por exemplo, uma geração alfa de 2010. E a forma como nossas crianças e jovens se relacionam com a informação, a maneira como eles produzem conhecimento, afeta a própria constituição cultural deles, ou seja, a maneira como eles pensam, como se comunicam, como se relacionam com as pessoas”, ponderou.

Segundo Cassiano Zeferino, essas mudanças de perfis não podem ser desconsideradas quando escola tem por objetivo prestar um trabalho formativo de alta qualidade. “É este trabalho que tive o privilégio de realizar aqui no Colégio Notre Dame de Lourdes, colaborando com os nossos colegas gestores, coordenadores, docentes, trazendo os fundamentos da Educação 4.0 que é esse modelo teórico-tecnológico para a educação”, ressaltou.

O modelo se chama Educação 4.0 porque ele se fundamenta em quatro pilares. O Dr. Cassiano Zeferino observou que o pilar central desse modelo é chamado Modelo sistêmico de educação, porque ele propõe uma visão da escola de forma sistêmica, onde há a superestrutura, a mesaestrutura e a infraestrutura, que são o cuidado com os profissionais, com os currículos, com os modelos de ensino aprendizagem e com as tecnologias.

“Lembrando que tecnologias, neste caso, não são equipamentos, mas um processo criativo humano, usando assim as mídias de forma criativa, tanto digitais como não digitais, e também cuidando da infraestrutura, que é fundamental para o processo ser requalificado. Esse é o primeiro pilar”, detalhou.

O segundo pilar é o da Educação científica e tecnológica. “Costumo dizer que a educação é o amor, é paixão, é arte, mas, também, é ciência e tecnologia. Quando nós fazemos a educação formal na escola, ela precisa ter fundamento científico e tecnológico para bem prestar o serviço”, justificou.

Já o terceiro eixo é da Engenharia e gestão do conhecimento. “É uma área de vanguarda onde nós discutimos por exemplo o conhecimento tácito que envolve competências e habilidades, e o explícito que envolve a informação propriamente dita. Então é uma espécie de uma mola precursora para que a agente possa entender como as pessoas produzem conhecimento”.

E o quarto eixo é o da Cyber arquitetura que se ocupa dos espaços. “Porque até bem pouco tempo atrás os espaços escolares eram restritos às quatro paredes, e hoje com as mídias você tem informação vindo de todos os lados. Então, você não tem mais uma arquitetura, mas uma cyber arquitetura que está a serviço da educação e dos processos educacionais, portanto o produto desses quatro pilares que é a Educação 4.0”, completa.

Em relação a iniciativa do Colégio Notre Dame de inserir o modelo no seu processo de ensino aprendizagem, o Dr. Cassiano Zeferino observou o Brasil e o mundo vivem uma nova grande revolução industrial e econômica resultado de mudanças profundas que vem ocorrendo em curto espaço de tempo.

“Há muitas transformações no mercado de trabalho, temos as profissões que já existiam, outras que não existem mais, outras tantas que estão em profunda transformação e aquelas que ainda virão. Isso exigem um pensar sério das instituições de ensino porque não se trata de cuidar bem do aluno enquanto ele está na escola.  É preciso que a escola alcance uma visão de futuro para procurar enxergar o cenário que seus alunos vão estar vivendo como cidadãs, como cidadãos”, acrescentou.

O especialista observou, ainda que cuidar desse processo é cuidar não só do presente, mas também do futuro das crianças. “E a Educação 4.0 dentro do contexto do Colégio Notre Dame de Lourdes, hoje como uma decisão institucional, vem para colaborar na formação continuada das equipes, na melhoria de processos e na melhoria dos espaços, ela vem como esse objetivo para servir os nossos alunos”, finalizou Cassiano Severino, que também autografou seu livro para os profissionais que participaram da atividade de educação continuada, uma das grandes prioridades do Notre Dame como explicou a diretora, Irmã Marluce Almeida.

 

Notre Dame Av. Jorn. Alves de Oliveira, 463 - Cidade Alta, Cuiabá - MT
(65) 3637-4017
(65) 3637-3233
contato@portalcndl.com.br
Fique Ligado
Colégio Notre Dame de Lourdes © 2018. Todos os direitos reservados.