História da Santa Emilie no Conto e Reconto

03 de outubro de 2015

Alunos do Ensino Fundamental do Colégio Notre Dame de Lourdes fizeram uma bela e emocionante apresentação esta semana pelo projeto Conto e Reconto interpretando a história da Santa Emilie de Villeneuve, fundadora da Rede Azul.

Canonificada em 2015 após ter seus milagres reconhecidos pelo Vaticano, Santa Emilie é exemplo de solidariedade, de amor ao próximo.

Natural da França, Santa Jeanne Emilie de Villeneuve fundou a congregação de Nossa Senhora Imaculada Conceição em 1836. Atualmente estão implantadas em 16 países e conta com o trabalho de setecentas religiosas. São cerca de 35 mil alunos inscritos nos cinquenta colégios da congregação, além de casas para crianças abandonadas, hospitais e casa de hospedagem.
Emilie era neta do Conde de Villeneuve e terceira dos quatro filhos de Marquês e Rosalie de Villeneuve.

Nos seus primeiros anos de vida, passou por adversidades, perdendo a sua mãe aos 14 anos e três anos depois a sua irmã. Devido a estes fatos dedicou-se a trabalhos sociais, fundando assim a Congregação Nossa Senhora Imaculada Conceição de Castres.

O primeiro milagre teria acontecido com uma jovem de 19 anos, em Barcelona, na Espanha. Após tentar suicídio ingerindo soda cáustica, a moça entrou em coma e segundo médicos, não havia chance de cura. Depois de realizada uma novena, a jovem ficou curada.

Em 1854 iniciou uma epidemia de cólera e de febre no sul da França, atingindo a cidade de Castres, onde Emilie vivia. A beata morre no dia 2 de outubro de 1854 em consequência desta epidemia.

A Família Azul seguiu a missão e em Mato Grosso fundou várias instituições, dentre elas o Colégio Notre Dame de Lourdes, a Obra São Miguel, no Jardim Vitória, e agora o Berçário Les Enfants D’Emilie de Villeneuve.

Notre Dame Av. Jorn. Alves de Oliveira, 463 - Cidade Alta, Cuiabá - MT
(65) 3637-4017
(65) 3637-3233
contato@portalcndl.com.br
Fique Ligado
Colégio Notre Dame de Lourdes © 2018. Todos os direitos reservados.